Modelagem 3D para Jogos: O Que É e Como Começar

Modelagem 3D para Jogos: O Que É e Como Começar

Você já se perguntou como são feitos os personagens e os cenários dos seus jogos favoritos? Como eles conseguem ter tantos detalhes e parecer tão reais? A resposta é: modelagem 3D. Essa é uma técnica que permite criar objetos e personagens em três dimensões, utilizando softwares específicos para isso.

A modelagem 3D é uma das etapas mais importantes na criação de jogos digitais, pois ela define a aparência e a personalidade dos elementos que compõem o mundo do jogo. Neste artigo, você vai aprender o que é modelagem 3D, por que ela é importante para os jogos e como você pode aprender essa técnica incrível. Ficou curioso? Então continue lendo e descubra tudo sobre modelagem 3D para jogos.

O Que É Modelagem 3D Para Jogos?

A modelagem 3D é o processo de criação de objetos e personagens em três dimensões, utilizando softwares específicos para isso. Esses softwares permitem manipular formas geométricas básicas, como cubos, esferas e cilindros, e transformá-las em modelos complexos e realistas. Os modelos 3D podem ser criados com diferentes níveis de detalhamento, dependendo do estilo e da finalidade do jogo. Por exemplo, um jogo de terror pode exigir modelos mais sombrios e assustadores, enquanto um jogo infantil pode ter modelos mais coloridos e divertidos.

Existem vários softwares de modelagem 3D disponíveis no mercado, cada um com suas características e funcionalidades. Alguns dos mais usados são:

  • Maya: é um software da Autodesk que permite criar modelos 3D de alta qualidade, com recursos avançados de animação, iluminação e renderização. É muito utilizado na indústria cinematográfica e de jogos, sendo responsável por filmes como Avatar, Toy Story e Jogos Vorazes.
  • ZBrush: é um software da Pixologic que permite criar modelos 3D com aspecto orgânico, utilizando uma técnica chamada escultura digital. É ideal para criar personagens com detalhes como músculos, pele, cabelo e roupas. É muito usado em jogos como God of War, Horizon Zero Dawn e The Witcher.
  • Blender: é um software gratuito e de código aberto que permite criar modelos 3D com diversos recursos de modelagem, animação, texturização e renderização. É uma ótima opção para quem quer começar a aprender modelagem 3D sem gastar nada. É usado em jogos como Life is Strange, Soma e Dead Cells.

A modelagem 3D tem várias vantagens em relação a outras técnicas de animação, como a 2D. Algumas delas são:

  • Realismo: a modelagem 3D permite criar objetos e personagens que se aproximam muito da realidade, com texturas, sombras e reflexos que simulam os efeitos da luz natural. Isso aumenta a imersão do jogador no mundo do jogo.
  • Expressividade: a modelagem 3D permite criar personagens com expressões faciais e corporais que transmitem emoções e personalidade. Isso cria uma conexão emocional entre o jogador e o personagem, fazendo com que o jogador se importe com a história e as interações do jogo.
  • Personalização: a modelagem 3D permite criar objetos e personagens personalizados para cada jogador, permitindo que ele escolha aspectos como cor da pele, cabelo, roupas e acessórios. Isso aumenta a identidade do jogador no jogo e torna a experiência mais envolvente.

Veja também: Desenvolvimento de Jogos: O que é e como começar?

Tipos de Modelagem 3D para Jogos

Existem vários tipos de modelagem 3D para jogos, cada um com suas características e aplicações. Alguns dos principais são:

  1. Modelagem poligonal: é o tipo mais comum de modelagem 3D para jogos. Consiste em criar objetos e personagens a partir de polígonos, que são formas geométricas planas com três ou mais lados. Os polígonos são conectados por vértices (pontos) e arestas (linhas), formando faces (superfícies). Quanto mais polígonos um modelo tem, mais detalhado ele é. Porém, isso também exige mais poder de processamento do computador ou do console. Por isso, é importante otimizar o número de polígonos de acordo com o nível de detalhamento necessário para cada modelo.
  2. Modelagem NURBS: é um tipo de modelagem 3D que utiliza curvas matemáticas para criar objetos e personagens. NURBS significa Non-Uniform Rational B-Splines, que são curvas suaves que podem ser manipuladas por pontos de controle. A vantagem da modelagem NURBS é que ela permite criar formas orgânicas e complexas com poucos polígonos, pois as curvas se adaptam à superfície do modelo. A desvantagem é que ela é mais difícil de trabalhar e de integrar com outros tipos de modelagem 3D.
  3. Modelagem por subdivisão: é um tipo de modelagem 3D que combina a modelagem poligonal com a modelagem NURBS. Consiste em criar um modelo poligonal simples e depois subdividi-lo em polígonos menores, gerando uma superfície mais suave e detalhada. A vantagem da modelagem por subdivisão é que ela permite controlar o nível de detalhamento do modelo, podendo aumentar ou diminuir o número de polígonos conforme a necessidade. A desvantagem é que ela pode gerar problemas de topologia ou de texturização se não for feita corretamente.
  4. Escultura digital: é um tipo de modelagem 3D que simula o processo de esculpir argila ou cera, utilizando ferramentas digitais como pincéis, espátulas e alisadores. É ideal para criar modelos 3D com aspecto orgânico e realista, com detalhes como rugas, poros, veias e cicatrizes. A vantagem da escultura digital é que ela permite criar modelos 3D com muita liberdade e criatividade, sem se preocupar com a estrutura ou a geometria do modelo. A desvantagem é que ela gera modelos 3D com muitos polígonos, o que pode exigir mais poder de processamento ou de otimização.

Quais são os elementos essenciais da modelagem 3D para jogos?

Para criar modelos 3D para jogos, é preciso conhecer alguns conceitos básicos que fazem parte da técnica. Alguns dos elementos essenciais da modelagem 3D para jogos são:

  • Vértices: são os pontos que definem os cantos ou as extremidades dos polígonos. Eles são responsáveis pela forma e pela posição dos modelos 3D no espaço tridimensional.
  • Arestas: são as linhas que conectam os vértices, formando os lados dos polígonos. Elas são responsáveis pela estrutura e pela conexão dos modelos 3D.
  • Faces: são as superfícies planas formadas pelas arestas, delimitando os polígonos. Elas são responsáveis pelo volume e pela aparência dos modelos 3D.
  • Malhas: são o conjunto de vértices, arestas e faces que compõem os modelos 3D. Elas podem ser divididas em malhas fechadas ou abertas, dependendo se elas formam um objeto sólido ou não.
  • UVs: são as coordenadas que definem como as texturas são aplicadas nas faces dos modelos 3D. Elas funcionam como um mapa bidimensional que indica onde cada pixel da textura corresponde a cada ponto da face.
  • Texturas: são as imagens que dão cor e detalhe aos modelos 3D, simulando materiais como pele, metal, madeira, etc. Elas podem ser criadas a partir de fotos, desenhos ou pinturas digitais.
  • Materiais: são as propriedades físicas que determinam como os modelos 3D reagem à luz, como brilho, reflexo, transparência, etc. Eles podem ser criados a partir de parâmetros numéricos ou de mapas especiais que modificam as texturas.
  • Iluminação: é o conjunto de fontes de luz que iluminam os modelos 3D, criando sombras e contrastes. Ela pode ser natural ou artificial, direta ou indireta, pontual ou global.
  • Sombras: são as áreas escuras projetadas pelos modelos 3D quando eles bloqueiam a luz. Elas podem ser duras ou suaves, dependendo da intensidade e da direção da luz.

Veja também: O Que é Game Engine?

Como Aprender Modelagem 3D Para Jogos?

Se você se interessou pela modelagem 3D para jogos e quer aprender essa técnica incrível, saiba que existem várias formas de fazer isso. Algumas das principais são:

  • Cursos online: são cursos que ensinam os conceitos e as práticas da modelagem 3D para jogos, utilizando vídeos, textos, exercícios e projetos. Eles podem ser gratuitos ou pagos, de curta ou longa duração, de nível básico ou avançado.
  • Livros: são livros que explicam os conceitos e as técnicas da modelagem 3D para jogos, utilizando imagens, exemplos e exercícios. Eles podem ser impressos ou digitais, de nível básico ou avançado. Alguns exemplos de livros de modelagem 3D para jogos são:
    • [Modelagem 3D para Jogos com Blender]: é um livro impresso e em português que ensina como criar modelos 3D para jogos com o software Blender, abordando temas como interface, ferramentas, malhas, UVs, texturas e materiais.
    • [Introducing Maya]: é um livro digital e em inglês que ensina como usar o software Maya para criar modelos 3D para jogos e cinema, abordando temas como polígonos, NURBS, subdivisão, escultura digital, animação e renderização.
    • [ZBrush Characters and Creatures]: é um livro digital e em inglês que ensina como criar personagens e criaturas com o software ZBrush, abordando temas como pincéis, alphas, máscaras, polypaint, fibermesh e dynamesh.
  • Tutoriais: são vídeos ou textos que mostram passo a passo como criar modelos 3D específicos para jogos, utilizando softwares variados. Eles podem ser gratuitos ou pagos, de nível básico ou avançado.
  • Fóruns: são espaços online onde os modeladores 3D podem trocar experiências, dúvidas, dicas e feedbacks sobre seus trabalhos. Eles podem ser gratuitos ou pagos, de nível básico ou avançado.

Quais são as oportunidades de trabalho para quem sabe Modelagem 3D para jogos?

Se você domina a técnica de modelagem 3D para jogos, saiba que existem várias oportunidades de trabalho para você. Algumas das possibilidades de atuação profissional para quem sabe modelagem 3D para jogos são:

  • Modelador 3D: é o profissional que cria os modelos 3D dos objetos e personagens que compõem o mundo do jogo. Ele pode trabalhar em diferentes etapas do processo de criação, como conceito, esboço, escultura, texturização e iluminação. Ele pode se especializar em diferentes tipos de modelos 3D, como orgânicos ou inorgânicos, estáticos ou animados, realistas ou estilizados.
  • Animador 3D: é o profissional que dá vida aos modelos 3D criados pelo modelador 3D. Ele pode trabalhar em diferentes aspectos da animação, como movimento, expressão, sincronia e interação. Ele pode se especializar em diferentes tipos de animação 3D, como cinemática ou dinâmica, linear ou não linear, pré-definida ou procedural.
  • Artista de efeitos visuais: é o profissional que cria os efeitos visuais que complementam os modelos 3D no jogo. Ele pode trabalhar em diferentes tipos de efeitos visuais, como partículas, fogo, água, fumaça, explosões e magia. Ele pode se especializar em diferentes técnicas de criação de efeitos visuais, como simulação física ou programação gráfica.

Esses profissionais podem trabalhar em diferentes segmentos que demandam modeladores 3D para jogos. Alguns dos principais são:

  • Cinema: é o segmento que utiliza a modelagem 3D para criar filmes animados ou com efeitos especiais. Ele exige um alto nível de qualidade e realismo dos modelos 3D, pois eles são vistos em telas grandes e com alta resolução. Alguns exemplos de filmes que utilizam modelagem 3D para jogos são: Avatar, O Senhor dos Anéis e Vingadores.
  • Publicidade: é o segmento que utiliza a modelagem 3D para criar comerciais ou campanhas publicitárias. Ele exige um alto nível de criatividade e originalidade dos modelos 3D, pois eles devem chamar a atenção e transmitir uma mensagem. Alguns exemplos de publicidades que utilizam modelagem 3D para jogos são: Coca-Cola, Nike e McDonald’s.
  • Arquitetura: é o segmento que utiliza a modelagem 3D para criar projetos arquitetônicos ou urbanísticos. Ele exige um alto nível de precisão e funcionalidade dos modelos 3D, pois eles devem representar fielmente as estruturas e os espaços. Alguns exemplos de arquiteturas que utilizam modelagem 3D para jogos são: Burj Khalifa, Museu do Amanhã e Ponte da Paz.
  • Educação: é o segmento que utiliza a modelagem 3D para criar conteúdos educativos ou lúdicos. Ele exige um alto nível de didática e interatividade dos modelos 3D, pois eles devem ensinar ou divertir os usuários. Alguns exemplos de educações que utilizam modelagem 3D para jogos são: Khan Academy, Duolingo e Minecraft.

Não perca: O que é um jogo AAA: Características e Exemplos

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu o que é modelagem 3D para jogos, por que ela é importante para os jogos e como você pode aprender essa técnica incrível. Você viu como funciona a modelagem 3D para jogos, quais são os tipos de modelagem 3D para jogos, quais são os elementos essenciais da modelagem 3D para jogos, como aprender modelagem 3D para jogos e quais são as oportunidades de trabalho para quem sabe modelagem 3D para jogos.

Agora você está pronto para se aventurar no mundo da modelagem 3D para jogos e criar seus próprios modelos 3D incríveis. O que você está esperando? Comece hoje mesmo a aprender modelagem 3D para jogos e descubra um universo de possibilidades. Boa sorte e divirta-se!

Quer saber um pouco mais sobre o que é modelagem 3D para jogos? Veja esse vídeo do canal GameBrodis:

Autor
Sempre em busca de trazer novos conteúdos essenciais sobre o universo do desenvolvimento de jogos. De Gamer para Gamers.

Deixe um comentário